04 maio 2015

 

erica-javaroni-dicionario-linha

Linha de costura – em retrós ou cone, para costurar ou para bordar? Aqui, como no caso da agulha teremos um capítulo à parte para falar sobre tipos de linha, pois são muitos. A escolha correta da linha, assim como da agulha vai interferir diretamente no resultado do seu trabalho. A que mais uso são as de algodão. Mas vale a pena conhecer os tipos existentes e fazer a sua escolha. As informações foram retiradas do site WikiHow. Link da Matéria.

erica-javaroni-dicionario-lapis

Lápis preto/ lapiseira: vamos precisar de lápis ou lapiseira para fazer o traçado dos moldes. Cada pessoa acaba optando por um tipo, o mais aconselhável são as lapiseiras 05 ou 07. Quanto mais fino o traçado mais limpo e preciso fica o molde. A lapiseira mantem o traçado sempre igual, já o lápis as vezes fica com a linha mais fina depois mais grossa.

Borracha: Grande branca e macia – utilizamos para correções das modelagens.

erica-javaroni-dicionario_alicate

Alicate de pic: para fazer marcação de dobras, termino de costura, profundidade de pences e pregas, área para franzir fazemos estas marcações no molde.

erica-javaroni-dicionario_furador

Furador / scrul punch: Faz furos centrais no molde, onde um furador comum, desses que a gente usa em escritório não alcança. Por exemplo: Final de pence, localização de bolso de camisa ou calça, etc.

erica-javaroni-dicionario_alfinete_de_serguranca

Alfinete de segurança: os tamanhos são os mais variados. O interessante é que você tenha alguns tamanhos, um de cada. Ele poderá auxiliar a fazer algumas operações de costura, como virar um rolete.

erica-javaroni-dicionario-pincel

Pincel de pintura: ter uns 3 números, você não vai acreditar!! Mas vamos usar o cabo do pincel para acertar os biquinhos da gola, do punho, do revel, ele deve ser de diferentes tamanhos e arredondadinho para não furar o tecido. Ajuda muito!

erica-javaroni-dicionario-ziper2

Zíper comum: Zíper é um fecho utilizado em diversos tipos de roupa, sejam elas casacos, calças, vestidos, jaquetas, etc. O zíper é feito de dois cadarços com dentes metálicos ou plásticos, que se encaixam a medida que movimenta uma lingueta (cursor), fazendo com que o zíper fique aberto ou fechado. Ele é vendido por tamanhos fixo(cm) ou por metro. Chamado de zíper comum pois ele fica aparente na peça. É colocado (costurado) com o pé (sapata ou calcador) de costura normal da máquina.

erica-javaroni-dicionario-ziper

Zíper invisível: seguindo a mesma definição do zíper comum, porém para colocá-lo na peça há a necessidade de utilizar um pezinho especial para pregar zíper invisível (pé calcador para zíper invisível ou sapata para zíper invisível) e como o nome diz ele fica invisível na peça. Conheça os tipos de zíperes disponíveis no mercado clicando aqui. LINK – material do site: Tania Neiva.

erica-javaroni-dicionario-colchete

Colchete de gancho: são peças simples de metal em forma de gancho, sendo um lado macho e a outra fêmea. São usados em peças de roupas para fazer fechamento e são normalmente costurados à mão, há modelos de colchetes que são presos as peças por garras de metal. Os colchetes também podem vir já aplicados em fitas de tecidos.

erica-javaroni-dicionario-colchete2

Colchete de pressão: são semelhantes aos botões de pressão, mas são costurados à mão. São compostos por duas peças, macho e fêmea. Por serem pequenos e delicados normalmente são utilizados em peças de atelier e infantis.

Continuem tendo além do material, paciência, tempo e dedicação!!! Aguardem continuação do nosso dicionário.

Pequeno dicionário da costura – parte I

Quando começamos a costurar entramos em contato com uma serie de utensílios, ferramentas que irão nos auxiliar nesta arte. Mas no inicio é tudo muito estranho, cada nome!!!! Temos muitas dúvidas sobre o que comprar, o que realmente vamos usar. Mas vamos lá, unir o nome a pessoa, quero apresentar a vocês iniciantes algumas destas ferramentas.

As imagens são ilustrativas e não estou fazendo referencias as marcas.ok?

erica-javaroni-dicionario-tesouras

Tesouras: Uma boa costureira tem pelo menos 03 tesouras: uma para papel (recorte de moldes), uma para tecidos (o corte da peça modelada no tecido) e uma menor para acabamentos e limpeza da peça. (cortar linhas, por exemplo, que ficaram na peça).

erica-javaroni-dicionario-alfinetes

Alfinete cabeça de vidro: procure ter alfinetes de boa qualidade, muitas vezes os mais baratinhos vem com a ponta grossa e acabam estragando o trabalho.

Alfinete cabeça de flor: São alfinetes um pouco mais longos e normalmente utilizados para confecção de patchwork. Nada impede de serem usados na costura tradicional de peças do vestuario. São otimos, longos e bem fininhos!

erica-javaroni-dicionario-fita-metrica

Fita métrica: Indispensável para qualquer costureira. Cuidado ao comprar, precisa ser em cm dos dois lados e ter a marcação dos meios cm. Há algumas genéricas a venda que são cm de um lado e do outro lado polegada. Dá uma confusão só!

erica-javaroni-dicionario-fita-giz

Giz de alfaiate: Hoje no mercado temos uma variedade de tipos e formatos. O tradicional em cores variadas e formato de triangulo, o que vem o suporte para colocar o pó de giz dentro, os lápis que fazem a vez do giz e as canetas fantasmas, que riscam de um lado e apagam do outro, ou a que apaga com o calor do ferro. Todos são utilizados para fazer marcações no tecido facilitando a hora da costura.

erica-javaroni-dicionario-desmanchadores

Desmanchador ou abridor de casas: Não gostamos de desmanchar, mas muitas vezes precisamos. Não sobrevivo sem um bom desmanchador. Muito útil também para abrir as casinhas das peças. (casinhas: por onde passamos os botões, são as casinhas do botão).

erica-javaroni-dicionario-agulhas

Agulhas de mão: Para a costura à mão a agulha é uma pequena haste fina de aço, afilada de um lado e com um orifício, pelo qual se introduz a linha no outro extremo. Parece simples, mas a variedade é enorme. Até hoje fico meio perdida a tantos números e modelos. Encontrei algumas explicações bem interessantes e que farão um capítulo à parte sobre agulhas. Informações retiradas do site Como faz.net.

Para acessar Clique aqui.

erica-javaroni-dicionario-carretilha

Carretilha: ela transfere o seu traçado do molde de papel para o lado do avesso do tecido. Basta colocar o papel por cima do tecido e passar a carretilha bem rente à marcação. Pode ser feito somente com a carretilha ou com o auxílio do papel carbono.

erica-javaroni-dicionario-carbono

Papel carbono para costura: O papel carbono pode ser usado para marcar tecido. É o tipo encerado, que não mancha os dedos se tocar, encontrado na papelaria ou em lojas de aviamentos. O tecido marcado dessa maneira pode ficar manchado, então é muito importante fazer um teste antes. Pegue um retalho do tecido e marque com o papel carbono, depois lave para conferir se o traçado saiu. Olha a dica: Posicione os materiais em camadas na seguinte ordem, de baixo para cima: primeira camada de tecido, com avesso para cima; papel carbono dobrado ao meio, com o lado da tinta para fora; segunda camada de tecido, com avesso para baixo; molde. Essa ordem garante que o papel fique mais protegido da carretilha e não rasgue com tanta facilidade, além de que o lado avesso das duas camadas de tecido são marcados ao mesmo tempo.

erica-javaroni-dicionario-dedal

Dedal: Vou confessar, não consigo usar. Estou tentando os novos modelos em silicone, mas está difícil. É uma peça que auxilia o dedo a empurrar a agulha sem machucar o dedo. Cria um apoio, principalmente se estiver trabalhando com material grosso. Temos em metal, em porcelana e agora em silicone. Usa-se no dedo médio.

erica-javaroni-dicionario-reguas

Régua: usamos régua para o desenvolvimento da modelagem. Ai cada método vai ter a sua régua adequada, mas termos uma régua de 15/20cm no estojo vai auxiliar sempre. Eu utilizo a régua quadriculada de 60cm e uma régua de curva francesa. Importante: não devemos comprar réguas de madeira, com o tempo elas deformam, hoje optamos pelas acrílicas que tem maior durabilidade e precisão.

erica-javaroni-dicionario-esquadros

Esquadro: Ferramenta necessária para fazer o alinhamento da folha e da modelagem. Precisamos ter certeza que a construção da modelagem está retinha. Há vários tutoriais na internet mostrando o uso do esquadro no desenho. Pesquise, vale a pena e facilita a vida!

erica-javaroni-dicionario-papel-modelagem

Papel para modelagem: cada costureira tem a sua preferência: papel manilha, papel pardo, papel de seda, entre outros. Eu particularmente opto pelo papel branco ou pelo pardo, pode ser também o amarelo, não gosto do papel rosa(manilha), acho muito fino e rasga com facilidade. Eles são vendidos em rolos ou em folhas.

erica-javaroni-dicionario-bobinas

Bobina: A maioria das máquinas caseiras, e industriais retas costuram com dois segmentos de linha: um na parte superior (retros ou cone) que é passado pela máquina conforme o modelo e finaliza passando pelo buraco da agulha. A outra vem da bobina, peça que carregamos de linha e inserimos na parte de baixo da máquina. A bobina para funcionar corretamente deve ser cheia de maneira uniforme e ser colocada com encaixe perfeito de acordo com o modelo da sua máquina. Normalmente os manuais explicam direitinho esta colocação, se herdou uma máquina mais antiga, sem manual, na internet tem vídeo de quase todos os modelos de máquina.
Pesquise – além de paciência e dedicação!!! Aguardem a continuação.

Kit costura

Para você que esta iniciando uma aventura pelo mundo da costura ou para você que já é assídua nas “costurices”, apresento um kit básico, cheio de charme para acompanha-la em suas criações: Estojo multiuso, alfineteiro e porta tesouras! Não é um charme? Consegui unir três de minhas paixões, costura, patchwork e corujas!!! Gostaram?

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Fotos: Mostreart

Confira no Slide Show.

Estojo de artes

Maletinha com porta lápis, porta caderno, porta treco. Combinação de estampas e patchapliquê.

Nécessaire 1

Modelo de nécessaire pastel com técnica de patchwork primitive, acabamento a mão!

Nécessaire

Em estampas variadas modelo de nécessaire caixinha de leite.

Panôs

Com a técnica da folha de outono, panô decorativo e almofada.

Colcha infantil com combinações de estampas na técnica nine patch.

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
10 mar 2015
Google+