Kilins – inspirando estampas para o inverno 2016!

24 maio 2015

Kilins – inspirando estampas para o inverno 2016!
O que é Kilim?
A origem do Kilim está profundamente no passado da raça humana, e nós provavelmente nunca saberemos a verdadeira história do seu gênesis. Kilim é uma palavra de origem turca e seu significado é dupla face, ao contrário dos tapetes, os kilins não possuem pêlos, porque sua confecção ao invés dos nós, são dadas laçadas por entre os fios da urdidura como se fosse um bordado.
Hoje em dia o kilim é tecido por povos nômades em vários países do oriente, onde os principais são a Turquia, Irã, Rússia, China, Paquistão, Marrocos e Índia.
Cada kilim tem sua história, seu estilo e sua cultura. Podemos destacar a diferença entre os kilins turcos com os indianos, isto porque os kilins turcos não possuem desenhos de animais e figuras humanas, pois eles seguem as leis do Alcorão, que não permite tal prática, porém nos kilins indianos já encontramos figuras humanas e desenhos de animais estilizados, além de figuras geométricas.
Nem todos os kilins tem a função apenas de decorar um ambiente, alguns são tecidos com desenhos de altar para rezar, outros são usados para transportar mercadorias e outros simplesmente são bordados para serem utilizados como selas de cavalo.
Novos tempos trouxeram novas técnicas, tramas e formatos de kilins, e com esta expansão de variedades e estilos podemos dividi-los nas seguintes categorias: listrados, Ikats, contemporâneos e, claro, os antigos.
Listras:
Perderam a perfeição das linhas óbvias para dar lugar ao jogo de nuances que brincam com as tonalidades sem começo e fim. Expressam a felicidade pelas cores e a arte dos vidros venezianos, além de revelar a inspiração italiana, respeitado referencial em design.
Ikats:
O Ikat é conhecido como uma técnica de tecelagem inspirada numa tradição popular. Atualmente, essa técnica transformou-se em uma estampa típica, com desenhos exclusivos por conta das diversas influências culturais, e é muito tradicional na Guatemala, Camboja, Índia, Espanha e Indonésia
Contemporâneos:
O geometrismo ganha uma perspectiva inovadora, com cores mais acentuadas. Esferas e retângulos em linhas mais sofisticadas compõem um color blocking harmonioso. A simbologia e a natureza, típicas da Península Helênica, também inspiram movimentos nos efeitos das peças.
Antigos:
São peças que podem ser definidas como a trama do tapete. Se enchermos o kilim de lã torna-se um tapete. As tribos utilizam os kilins diariamente para as mais variadas atividades. Os nomes dos kilins são dados em relação e região que são tecidos. Cada qual destas regiões tem desenhos e cores típicas.

De um modo geral os Kilins são objetos decorativos muito usados devido à harmonia de suas cores.
Confira nos slides e observe estas estampas ou estampas inspiradas nelas em roupas, calçados e acessórios do inverno 2016.
Divirta-se!
Algumas informações foram retiradas do site:by kamy

happywheels
Google+
%d blogueiros gostam disto: