moda

Slide background

01 jul 2015
30 jun 2015

A tribo dos Hipsters,

O movimento hipster começou nos anos 40 com o jazz. Os hip eram aqueles que entendiam de jazz e que conheciam a subcultura emergente afro-americana. Hoje em dia usa-se este termo para descrever as pessoas que estão na contramão da moda, ou seja, os “alternativos”.

O termo serve para classificar um grupo de pessoas com idade entre 15 e 25 anos, da classe média, que combinam peças de roupa de estilo moderno e vintage, compondo um look original e determinando novas tendências alternativas.

A maioria das pessoas que se dizem hipsters de hoje não são realmente hipsters. Primeiro porque quem é hipster mesmo odeia esse termo. Os verdadeiros hipsters contrariam alguns conceitos sociais, odeiam marcas populares (Hollister, Abercrombie, Nike, etc), adoram bandas e filmes totalmente desconhecidos e alternativos e frequentam brechós, feirinhas e museus. Cabelo bagunçado e roupas antigas, chapéu e óculos compõe o look. Estampa xadrez, bigodes e casacos pesados também são parte dos looks

Peças características:

Calças super justas (skinny), cintura alta, meias coloridas, de listras e bolinhas. Adoram efeito cebola, varias camadas de roupas que a maioria das pessoas acha que não combinam. Os vestidos com cara de primavera são usados no inverno com legging e malhas de lã oversize. Não curtem salto, os calçados devem ser confortáveis, tipo tênis, calçados clássicos em marrom e com cara de gastos, sandálias flat e botas cowboy. Como acessório indispensável o óculos que quanto maior melhor, outros acessórios bem vindos: gorros, suspensórios.

29 jun 2015

A tribo dos Geeks

Há algum tempo atrás conhecidos como “Nerds”, termo na época pejorativo para pessoas com dificuldades de relacionamentos sociais, muito interessadas, conhecedoras de tecnologia e ótimas alunas.

Muitos não gostam da comparação com os antigos “Nerds”, pois afirmam terem atitudes diferenciadas, mas entre controvérsias, ao meu ver são uma evolução do termo e não há nada de pejorativo nisso.

A subcultura geek caracteriza-se como um estilo de vida, no qual os indivíduos se interessam por tudo que está relacionado à tecnologia e eletrônica, gostam de filmes de ficção científica (Star Wars, Star Trek e outros), são fanáticos por jogos eletrônicos e jogos de tabuleiro, sabem desenvolver softwares em várias linguagens de programação e, na escola, se destacam dos outros colegas pelos conhecimentos demonstrados.

Hoje o estilo está nas passarelas e consequentemente na moda! Impensáveis tempos atrás.

27 jun 2015

A tribo dos skatistas,

O visual dos skatistas – da mesma forma que roqueiros, góticos e punks, em outro tempo – influencia o guarda-roupa masculino, independentemente da idade. Peças que fazem a cabeça da moçada são camisetas mais compridas e não necessariamente largas demais com frases ou desenhos que lembram grafite, aposte no preto e branco. Camisa xadrez, moleton, as calças variam das boas e velhas largonas até a calça skinny, passando pelo modelo mais amplo na cintura e afunilado do joelho para baixo, barra dobrada e um tênis descolado, boné e cinto de lona.

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Google+