Visual Merchandising

Slide background

Matéria publicada no Comércio de Jahu, dia 09/05/2015

No cenário atual, acredito que essa seja a pergunta que muitos empresários estão fazendo. Infelizmente, não há uma resposta imediata e milagrosa, mas existem muitas ações possíveis que podem amenizar os efeitos da crise, sobretudo na área de varejo.

Esse setor é o primeiro a sentir as consequências. O reflexo é imediato, pois o consumidor, sem grandes perspectivas para este ano e com o aumento do custo de vida, aperta o freio. A medida é economizar em tudo, na lista entram gastos com roupas, sapatos e acessórios de moda.

É justamente nos momentos difíceis que os empreendedores não podem desanimar e baixar a guarda. Fácil não é, mas reclamar não resolve. Então, é preciso ter atitude e motivação, buscar novos conhecimentos e, principalmente, ser criativo. Cursos e treinamentos podem ajudar a motivar as equipes e dar subsídios para novas estratégias de vendas.

Não fique parado, espantando moscas. É muito triste passar no Centro da cidade e ver as lojas com poucos consumidores e muitos vendedores com os braços cruzados. Alguém teria vontade de entrar para comprar algo em um lugar em que as pessoas estão com ar de crise?

Em uma loja, há sempre alguma tarefa para ser feita, refeita ou melhorada. Aproveite esse tempo para refazer a vitrine, mudar a posição dos produtos, fazer um checklist do que deve ser analisado semanalmente na área de vendas. Analise o estoque e troque ideias para movimentar a empresa.

A equipe precisa estar sempre unida, e mais ainda em momento de crise. Todos estão no mesmo barco e devem colaborar para que ele se mantenha no rumo certo. Fazer a administração do terror, aquela que ameaça e pune, só vai trazer mais problemas. O funcionário tem de se sentir parte da empresa.

Além dos funcionários, é necessário dar atenção especial à vitrine. A exposição dos produtos é uma das estratégias para despertar o desejo de compra. Os itens podem ser organizados por tamanho, peso, cor e numeração. Uma boa vitrine irá provocar o interesse do consumidor a entrar na loja. Por isso, é recomendado sair do comum. Faça uma composição mais ousada, mas evite excessos para não gerar poluição visual.

Seja criativo! O Dia das Mães está chegando e é uma excelente oportunidade de aumentar as vendas e conquistar novos clientes. Trata-se da mais importante data para os comerciantes depois do Natal.

Portanto, cuide da sua área de vendas, mantenha um ótimo espaço de circulação. Coloque os produtos de maior lucratividade expostos na altura dos olhos dos clientes, nunca diretamente no chão.

Seja positivo com você, com seus funcionários, valorize seus produtos e sua empresa.

Até a próxima.

topo_fachada-erica-javaroni

Olá Pessoal,

Vamos conversar um pouco sobre FACHADA da loja.

Um dos elementos mais importantes do Visual Merchandising, pois é a primeira impressão do cliente sobre a sua empresa.

Segundo @SEBRAE-SP, a imagem externa da loja juntamente com a vitrine pode ser responsável por até 70% das vendas de uma loja de moda.

Portanto atenção máxima para analisar como anda a fachada da sua empresa.

O letreiro e estilo arquitetônico da fachada reforçam o posicionamento e identidade visual do negócio, enquanto a vitrine atrai os clientes para dentro da loja através da identificação dos produtos com o público-alvo da empresa.

Portanto quando escolher um prédio para instalar a sua empresa faça a analise do estilo arquitetônico, se realmente está em sintonia com a identidade da empresa.

A dimensão do letreiro deve ser proporcional ao porte da fachada e respeitar a legislação local. Informe-se!

A pintura da fachada, assim como sua limpeza deve ser uma preocupação constante e exige manutenção.

A cor da fachada exige um estudo sobre a identidade da marca, logomarca e devem manter um padrão para criar uma identidade visual coerente com toda a linguagem de comunicação que será utilizada.

A calçada deve estar em perfeito estado de conservação, e a entrada da loja deve ser acessível, com a largura mínima de 1,20m. Caso haja degraus, há necessidade de ter uma segunda opção com rampa criando a acessibilidade necessária. A rampa deve ser adequada com o ângulo de inclinação previsto em lei.

A porta de acesso:

* Porta que fica constantemente aberta: é convidativo ao fluxo espontâneo de qualquer cliente, o que sugere uma loja popular.
* Porta fechada com maçaneta: é seletiva e, por isso, sugere acesso restrito.
* Porta automática: abre na presença do cliente via sensor, sugere modernidade e transita entre o popular e o exclusivo, além de permitir uma melhor climatização da loja.

A fachada é de vital importância para a empresa ganhar a simpatia e a confiança de novos clientes. Através da fachada os novos clientes criam uma ideia do que a empresa tem a oferecer.

A escolha do revestimento da fachada também deve estar de acordo com a proposta e imagem da marca para não causar ruído na comunicação, isto é, lojas que vendem produtos mais clássicos para um público mais conservador devem optar por materiais que transmitam essa essência, com as pedras (mármore, granito, pedra São Tomé), metais e espelhos. Lojas despojadas podem optar pelas madeiras, revestimentos cerâmicos, plantas e tijolos, enquanto lojas jovens têm a opção dos polímeros, concretos e vidro temperado.

A fachada pode e deve estar iluminada a noite chamando a atenção dos consumidores que muitas vezes, durante a correria do dia-a-dia podem passar sem perceber a loja. A iluminação é uma ótima estratégia. Procure elaborar um projeto de iluminação que não traga reflexos para a vitrine e que se destaque da iluminação pública. Fique atenta a manutenção das lâmpadas!

Estou cansada de observar fachadas descascadas, com telefones antigos, letreiros desbotados, muitas vezes sem identificação, calçadas esburacadas, a loja mesmo durante o dia parece um buraco negro (sei da economia e da nossa crise de energia, mas tem coisas que não temos como fugir, não posso manter uma loja aberta com a luz apaga), falta de acesso, enfim, precisamos rever alguns itens de prioridade para a empresa, o varejo mudou, e a cada dia o consumidor está mais consciente e exigente quanto ao produto a ser comprado e a experiência de compra a ser vivida. Fica o alerta, antes de reclamar, aja! Respeite o seu cliente e o reconhecimento virá através da fidelização e identificação com a sua marca.

Dia das mães chegando.

Aproveite para ver o artigo que escrevi falando sobre Vitrines:

Clique aqui para ler o Artigo

topo-dia-das-maes-erica-javaroni

Não devemos perder a oportunidade de mimar nossos clientes em nenhuma data comemorativa do ano, mas o Dia das Mães tem uma pegada ainda mais especial.

Para muitas lojas do varejo, o dia das mães é melhor que o Natal em termos de faturamento.

Uma data tão especial merece uma vitrine mais que especial. Não acham?

Você lojista já está preparado para encantar seu cliente começando pelo cartão de vistas que é a sua vitrine?

Vou dar algumas dicas: Em todo ano no Dia das Mães temos vitrines com coraçãozinhos vermelhos e flores. Não tenho nada contra corações e flores mas podemos ousar, criar e surpreender os nossos clientes. O que vocês acham?

almofada-mae2 A primeira coisa a ser pensada para elaboração de qualquer tema de vitrine é “para quem estamos montando”, quem é o “nosso público-alvo”, e fazer a descrição mais detalhada que puder deste público imaginando as coisas que fazem parte do universo deste público.

Objetos e situações do seu dia-a-dia que poderão ser recriadas em nossa vitrine dando ao consumidor a identificação imediata com a sua loja, sua marca.

Exemplo: Para uma loja que vende roupas e acessórios de moda mais tradicionais, para uma faixa etária mais madura, pode lembrar-se que esta mulher além de mãe, também é vó. Muitas mulheres com estas características adoram reunir a família em almoços de domingo. Podemos usar uma mesa bem colocada, com manequins e nos pratos palavras como: Amor, Dedicação, Compreensão, Vida…enfim…palavras associadas as mães, cupcakes em tecidos e ainda usar a frase:

Presenteie a mamãe!!! E não esqueça a vovó, que é mãe com açúcar!

Outro exemplo: Para as mamães mais moderninhas, uma loja que venda computadores, celulares, podemos colocar um manequim representando o filho (a) de braços abertos e com um super mega lançamento em celular na mão, dizendo:

Mamãe sai do face, abrace o seu melhor presente! Feliz dia das Mães!

Muitas pessoas irão se identificar! Tudo depende do público que quer atingir!

Ouse, seja engraçado! Não importa o ramo de atividade, você pode e deve ser criativo e explorar as datas comemorativas.

DIA-DAS-MAES-MINI-PIZZA-DECORACAOUma pizzaria fez uma campanha dizendo: Tire a sua mãe da cozinha!

Eles lançaram para o dia das mães kits de mini pizza em formato de coração de diversos sabores! Foi num sucesso!!!

Uma loja de elementos de decoração pode usar almofadas com palavras amorosas, fazer almofadas em formato de letras, formando a palavra MÃE com estampas delicadas, com mix de estampas, uma bela poltrona, abajur, criar um ambiente bem confortável e acolhedor.

Agora é minha vez de te dar colo! Feliz dia das Mães!

Quando você pensa no dia-a-dia desta mulher sua cliente, muitas ideias surgirão. Ideias simples que podem render uma bela vitrine com todo o apelo emocional que a data pede.

Um manequim adulto feminino em um abraço carinhoso com outro manequim simbolizando um abraço mãe e filha(o).

Abuse de técnicas artesanais, faça painéis, muitas vezes elementos simples, porém bem feitos trazem mais retorno que peças muito rebuscadas. Abuse dos adesivos, tem baixo custo e dão um bom efeito!

Vi uma vitrine que adorei, uma loja com vestidos de festa, bem requintados! Um belo painel fazendo fundo de vitrine com a reprodução de uma lindíssima obra de arte e a frase: Ser Mãe é uma Arte! Um Brinde a todas as Mães!

As manequins estavam lindas posicionadas como se estivem em uma festa com taças nas mãos para o brinde.

Uma loja de roupas infantis, com antecedência foi pedindo aos seus clientes mirins (aos Filhos) que deixassem mensagens para as mamães em post-its. Na semana do dia das mães os post-its cobriram toda a vitrine da loja. Com a frase:

Pra você mamãe, com amor!

Imagine a mãe que é cliente desta loja se não foi lá ficar olhando para encontrar o que seu filhote deixou de recadinho para ela?

6057F2~1Cria-se um vínculo emocional entre cliente e loja.

O mesmo pode ser feito com sulfite, onde as crianças fazem desenhos para as mães. Você pode adaptar uma destas ideias a seu público e a seu produto.

Uma loja de roupas para bebês, solicitou através de uma campanha para as suas clientes foto das clientes com seus filhos já nas primeiras horas de vida e montou um enorme coração no vidro da vitrine com as fotos. Claro que a campanha explicava as mães o que seria feito com a foto e as que enviaram estavam em acordo com a exposição. Não havia uma mulher, mãe ou não que não parasse para ver as fotos e emocionar-se. Um momento mágico!

Uma loja de calçados, colocou seus melhores mix de produtos, nada exagerado em quantidade mas muito bem expostos, sobre bases acrílicas, colocados como joias e na vitrine a frase:

Para a melhor mãe do mundo!

Ou se preferir, com humor, usando a frase que coração de mãe sempre cabe mais um mas referindo-se aos calçados:

Armário de mãe, sempre cabe mais um!

Pessoal, espero ter inspirado vocês a montarem uma bela vitrine para o dia das Mães! Se quiserem dividir o resultado comigo, ficarei muito feliz, mandem fotos! Beijos e até o próximo post!

Visite a Fanpage e aproveite para curtir minha página. 

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Google+